Inscrições abertas para participar do Programa Família Acolhedora

Inscrições abertas para participar do Programa Família Acolhedora

RIBEIRÃO DO PINHAL, segunda, 20 de agosto de 2018
Inscrições abertas para participar do Programa Família Acolhedora

         A Prefeitura de Ribeirão do Pinhal, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, abre inscrições a partir desta segunda-feira (30) para interessados em participar do "Família Acolhedora".

       O programa cadastra famílias para acolher de forma voluntária e provisória em suas casas crianças ou adolescentes que por algum motivo não estão recebendo o cuidado e proteção necessária e foram retirados do ambiente familiar por determinação judicial. "A família acolhedora assume papel de parceira no atendimento à criança ou adolescente oferecendo amor, cuidado, convivência familiar e comunitária. Ela também auxilia na preparação para o retomo da criança ou adolescente à família de origem ou encaminhamento à adoção para outra família", explica o secretário Municipal de Assistência Social, Carlos Alexandre Braz.

      Segundo a coordenadora do programa no município, Milene Zampieri Badaró, as famílias cadastradas serão habilitadas e preparadas para receber as crianças ou adolescente, em suas residências. O Serviço também é regulamentado através da Lei Municipal Nº 1.839/2017, sendo que nela constam as despesas com bolsa auxilio que também poderá ser custeada mediante os recursos alocados ao Fundo da Infância e Adolescência (FIA), com a deliberação do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

     As inscrições podem ser realizadas no CRAS, localizado na Rua Paraná, 986, em frente a Prefeitura Municipal. Mais informações pelo telefone (43) 3551-2382, falar com Milene.

      O período de permanência provisória das crianças acolhidas nas casas das famílias é de no máximo dois anos. Tanto a família quanto as crianças recebem orientações e suporte psicossocial, a fim de promover o investimento nos cuidados, proteção integral e convivência familiar e comunitária. "Frisamos que este serviço não é de adoção. O Serviço de Acolhimento é concedido pela Vara da Infância e Juventude, através de guarda temporária e os cuidados são provisórios", enfatiza a coordenadora.

       Essas crianças e adolescentes são afastadas do convívio familiar por meio de medida protetiva, em função de risco pessoal e social ou cujas famílias ou responsáveis se encontrem temporariamente impossibilitados de cumprir a função de cuidado e proteção, até que seja viabilizado o retorno ao convívio com a família de origem ou extensa e, caso não seja possível, encaminhado para adoção por outras famílias que estão na fila para este fim. "Por mais que a casa abrigo tenha estrutura e bons profissionais, nada substitui a relação humana que acontece numa família", complementa Martins.


REQUISITOS
Para se candidatar é necessário idade a partir de 21 anos de idade, disponibilidade afetiva e emocional, concordância dos membros familiares, não ter antecedentes criminais, não ter membros na família com dependência química, ter residência fixa em Ribeirão do Pinhal e não estar inserido no Cadastro Nacional de Adoção, bem como não ter interesse em adoção. Um dos critérios do serviço é que até mesmo uma pessoa solteira, que tenha disponibilidade afetiva, pode ser candidata ao serviço.

--------

Assessoria de Comunicação

(30/07/2018)

DADOS DA PREFEITURA
76.968.064/0001-42
MUNICIPIO DE RIBEIRAO DO PINHAL
ENDEREÇO
Endereço: Rua Paraná, 983 - Centro- RIBEIRÃO DO PINHAL/PR
HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Manhã: 08:00 as 11:30

Tarde:13:00 as 17:00

E-MAIL/TELEFONE
administracao@ribeiraodopinhal.pr.gov.br
(43)3551-8300